Estado apresenta resultados obtidos com planejamento para o Carnaval 2013

A avaliação do trabalho do Governo da Bahia durante os seis dias do Carnaval 2013 foi positiva, de acordo com os secretários estaduais que apresentaram balanço das ações, nesta quarta-feira (13), na sede das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), no Campo Grande.

 

A entrevista coletiva contou com a participação dos secretários da Segurança Pública, Maurício Barbosa, da Cultura, Albino Rubim, do Turismo, Domingos Leonelli, da Comunicação, Robinson Almeida, e do chefe de gabinete da Secretaria da Saúde, Washington Couto.

 

Para garantir a segurança dos foliões, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) montou esquema especial para o Carnaval 2013, resultando numa maior produtividade do trabalho policial. Este ano houve um aumento no efetivo e foi introduzido o serviço de exame de lesão corporal, que pôde ser realizado diretamente nos postos instalados nos circuitos.

 

De acordo com Maurício Barbosa, 24 mil policiais, entre civis e militares, trabalharam durante a folia. O efetivo foi distribuído nos três circuitos oficiais (Batatinha, Dodô e Osmar), nos carnavais de bairro da capital, nas cidades do interior e na Região Metropolitana de Salvador.

 

O trabalho resultou no aumento de alguns índices de registros de ocorrências policiais. O número de pessoas conduzidas para unidades policiais foi de 856, um acréscimo de 150,3%, se comparado à folia em 2012, quando foram registradas 342 conduções. O número de prisões em flagrante nos três circuitos da folia foi de 144, um aumento de 94,6% quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram efetuadas 74.

 

Por uso e tráfico de drogas, a polícia conduziu 323 pessoas às unidades policiais, um aumento de 115,3%, comparando-se com os registros do ano passado, quando 150 foliões foram flagrados consumindo ou vendendo drogas. Outro número que comprova a eficiência do trabalho da polícia baiana na maior festa a céu aberto do planeta é o de apreensão de armas de fogo e branca, que teve um aumento de 52,9%, sendo 26 registros em 2013 e 17 no ano passado.

Fonte: Redação / Agecom

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS