Festa de Ronaldinho na Bahia vira caso de polícia

 

Ronaldinho Gaúcho alugou uma casa na praia de Jauá, localizada no norte baiano e realizou um verdadeiro carnaval no condomínio Parque das Dunas. Para desagravo dos moradores e veranistas que tiveram sua paz perturbada com o barulho ensurdecedor que a turma do ex-jogador fez.

Na quarta-feira (25) o som era muito alto, o que se repetiu na quinta-feira (26), virando caso de polícia. O jogador contratou uma banda de pagode para tocar a noite toda. Apesar das reclamações, a turma do Ronaldinho insistiu no barulho, que só parou com a chegada da polícia. “Estava insuportável para todos os moradores. O som estava tão alto que em qualquer ponto do condomínio dava para escutar. A polícia foi fantástica. Não apelou para violência, mas foi firme quando determinou o silêncio absoluto. Depois, eles pararam de vez”, disse o síndico do Parque das Dunas, Gilberto Oliveira.

Segundo o estatuto do local, o jogador terá que desembolsar R$ 100 por dia barulhento.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS