Marco Prisco apresenta quadro clínico estável após infarto

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O quadro clínico do vereador Marco Prisco, internado com suspeita de ter sofrido um infarto e transferido das Papuda para o Hospital Regional da Asa Norte, em Brasília, é estável.

Segundo informações, detentos teriam ameaçado Marco Prisco de morte por suspeitarem de que teria levado ao conhecimento dos policiais sobre uma tentativa de fuga que estaria sendo articulada no Complexo Penitenciário da Papuda.

Prisco teria ficado bastante nervoso e começou a sentir dores no peito, sendo encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento e em seguida transferido para o hospital em Brasília.

O laudo inicial, assinado pela médica Fernanda Ribeiro no início da noite de sábado, detalha que o paciente reclamava de dores, dormências e formigamento, além de ter relatado histórico familiar de infarto agudo do miocárdio.
Ela incluiu duas interrogações ao final do laudo quando se referiu ao possível caso de infarto. Aos 44 anos, o vereador é cardiopata e sofre de gastrite, de acordo com a família. A fragilidade do quadro de saúde de Prisco é um dos elementos usados pela sua defesa para o pedido de relaxamento da prisão, ocorrida no último dia 18 de abril.

Na verdade, se Prisco permanecer preso no Complexo Penitenciário da Papuda, sua vida está sempre em risco, não só por causa de sua saúde frágil, é um policial atuante nos movimentos em defesa da categoria, misturado aos criminosos de alta periculosidade, e também considerado uma pedra no sapato do governo da Bahia.  

Fonte: Redação cljornal com informações do Correio

OUTRAS NOTÍCIAS