Polícia prende suspeito de chantagear mulheres com fotos íntimas

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

Um homem foi preso suspeito de chantagear uma jovem a fazer sexo com ele, ameaçando divulgar fotos íntimas e vídeos dela na internet. A prisão aconteceu em frente a um motel na Boca do Rio após uma denúncia, segundo informações do Grupo Especializado de Repressão aos Crimes por Meio Eletrônicos, da Polícia Civil da Bahia.

 

Ravel Pereira Santos, 21 anos, foi preso no fim da tarde de sexta (1º) diante do motel Fantasy Inglês, quando ia encontrar com a vítima, que estava presente no momento do flagrante.

Para conseguir as fotos íntimas, o rapaz disse em depoimento que invadiu as contas de um dançarino de uma banda de pagode e, de posse das informações do rapaz, se passou por ele, convencendo a jovem a fazer um vídeo íntimo para ele. De posse das imagens, ele começou a chantageá-la. O suspeito confessou que desde a adolescência tem o costume de invadir contas de email e em redes sociais e que usava a internet para tentar convencer mulheres a se exibirem para ele.

Ele contou que desde os 16 anos invadia contas de email usando para isso o recurso de fingir que tinha esquecido a senha e tentando acertar a resposta à pergunta secreta de segurança. Ao entrar no email, ele buscava redefinir as senhas de redes como Orkut, Facebook e messenger como MSN. No caso da última vítima, que fez a denúncia, Ravel se passou pelo dançarino da banda de pagode no Facebook. O dançarino deve ser ouvido pela policia para ajudar a esclarecer o esquema.

O suspeito disse que usou este golpe em pelo menos três jovens este ano e a investigação continua para saber se existem outras vítimas – com as outras duas, ele disse que conseguiu concretizar a relação sexual. A polícia acredita que pelo menos 10 mulheres caíram no golpe.

Ravel já teve a prisão preventiva solicitada e pode responder por tentativa de estupro, falsidade ideológica e invasão de dispositivo informático. A polícia apreendeu dois celulares e um computador de Ravel, todos com fotos e vídeos de mulheres; os aparelhos serão periciados.

Ele invadia as contas sociais e adquiria as fotos íntimas das vítimas

Fonte: Correio

OUTRAS NOTÍCIAS