Tempo - Tutiempo.net

Cultura em Feira de Santana: Colbert Filho um prefeito Brucutu/por Carlos Lima

O prefeito Brucutu

Apesar de a prefeitura de Feira de Santana ter publicado no dia 20/12/2019, a seguinte informação:

“Em virtude de reforma prevista na Biblioteca Municipal Arnold Ferreira Silva, a Fundação Cultural Egberto Costa suspende as atividades na unidade a partir do dia 26 de dezembro. O diretor-presidente da Fundação, Antônio Carlos Coelho, informa que a Biblioteca está com a rede comprometida e não é possível garantir a climatização do ambiente sem que sejam trocados os fios que atendem a unidade. As obras iniciarão em janeiro de 2020, substituindo toda a rede elétrica do equipamento. Em razão da necessidade da organização e mudança do acervo de livros para o novo espaço, o atendimento estará suspenso até que esteja alocado no espaço provisório. O retorno das atividades na Biblioteca está previsto para 90 dias após início da manutenção.”

Hoje, 24 de abril de 2022 a Biblioteca Arnod Ferreira Silva, continua cercada por tapumes e o matagal invadindo toda sua área. É um completo abando imposto pelo prefeito Colbert Filho e já se passaram mais de 2 anos e quatro meses, de uma manutenção prevista para ser concluída em 90 dias.

O malfadado prefeito sequer se preocupada em dar explicações à sociedade cultural do município sobre o que impede a conclusão das obras e o funcionamento de tão importante instrumento de cultura e aprendizado do município.

Também pudera, o prefeito é um brucutu cultural, manzanza socialmente e aprendiz de fascista político.

Quando se constata que o prefeito inominado destrói a cultura de Feira der Santana, podem ter certeza, não vai resistir por muito tempo, ou não se criará no mundo político. É o que acontece com Colbert Filho, não tem luz própria, é um apagão social.

Esse prefeito sempre esteve fadado ao fracasso, primeiro usou o nome de um grande homem e político competente, seu apaí, que foi traído pós morte, ao renunciar a condição de liderança oposicionista para se jogar nos braços do líder do opositor político do seu genitor.

Uma demonstração contundente de fragilidade política, ideológica e ética.

O setor cultural em Feira de Santana sempre esteve em crise. Com a pandemia só fez agravar.

O aprendiz de político fascista, instituiu a censura utilizando-se da força financeira publicitária da prefeitura e exigiu a demissão de alguns comunicadores no rádio feirense, ou a inversão dos seus valores, que obrigatoriamente tiveram que elogiar suas ações. O instrumento utilizado foi a publicidade oficial negociada pela Secretaria de Comunicação Social. O que continua prevalecendo.

Todos sabem, mas é preciso dizer mais uma vez. A classe artística feirense vive na sua maioria esmagadora sob condições financeiras precárias.

Existe uma minoria inferior a 0,90% que são favorecidas por causa de sua subserviência social, política e financeira, para humilhantemente conquistarem algumas migalhas, mais deixam as nádegas de fora.

Nossos artistas e músicos vivem garimpando apresentações em bares e nas grandes festas promovidas pela prefeitura são humilhados com contratos miseráveis e excluídos dos melhores espaços, ainda sofrem com a qualidade dos equipamentos que são colocados para suas apresentações.

Os contratantes ainda dizem: “Vocês estão tendo uma vitrine para divulgarem seus trabalhos, deveriam agradecer,  ainda estão recebendo para fazer isso.”

Se possuem esse comportamento para com os artistas locais, não é de estranhar que a Biblioteca Arnold Ferreira Silva esteja a quase três anos fechada, abandonada.

Infelizmente esse é um dos quadros que retrata a cultura em nossa cidade.

O descaso à cultura e à arte não é novidade nesse governo de Brucutu. Enfim todo o município está vivenciando um clima de terra arrasada.

O setor cultural nunca é visto pelo inominado, simplesmente é ignorado e menosprezado. Na pandemia em Feira de Santana foi o primeiro a ser prejudicado e o último, depois de muita denúncia e luta a receber um vergonhoso auxílio emergencial.

Na verdade, Feira de Santana nunca vai sair da crise enquanto mantivermos  Brucutus no comando político do município.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS