Legislativo feirense: poder questionável/ Por Sérgio Jones

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O cinismo político não obedece nenhum tipo de limite, extrapola todo e qualquer senso de realidade. Até parece que suas excelências são seres oriundos de outro planeta.

Totalmente alheios à realidade que os cerca, parte deles só tem olhos para os seus desprezíveis interesses. Enquanto o povo é utilizado como massa de manobra despudoradamente manipulados por essa classe de políticos que tem como objetivo único, garantir a permanência dos mesmos no poder.

Fatos que comprovam tal comportamento estão implícitos em pronunciamento feito recentemente pelo vereador e presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro Rocha (MDB). Que se utilizando de sua verve demagógica ‘desejou ‘ sorte aos colegas nesse pleito.

Todo ato burlesco aconteceu mais precisamente durante sessão de quarta-feira (11): “Faço votos que os senhores e as senhoras que cumprem seu mandato com lisura, atendendo regimento interno da casa e os anseios da população”.

Deixando transparecer em seu palavreado oco, a certeza de que grande parte do quadro de legisladores atuais retornará ao poder.

Com tal discurso o presidente deixa claro que não só ele, como considerável parte de seus pares, não estão em consonância com os reais e legítimos interesses da população feirense.

Não podemos esquecer que o quadro de legisladores atuais é considerado como um dos piores, senão o pior, que assomou ao poder, ao longo da história do município. Parte deles são iletrados, o que os torna visceralmente incompetentes. Tendo como agravante o fato de que por inúmeras vezes foram alvos de sucessivos escândalos e denúncias por práticas de improbidade administrativa.

Destaque para a execrável subserviência em que o presidente do legislativo submeteu e atrelou esse poder, aos interesses nem sempre lícitos do executivo. O retorno, até mesmo de parte deles, representa a continuação dos mesmos.

Com a realização das eleições previstas para acontecer no domingo (15), o povo terá a grande oportunidade de adotar medidas de higienização nesse setor, ao não referendar os nomes nas urnas, daqueles legisladores considerados lesivos aos interesses o povo. Diga não aos maus políticos, principalmente aos incompetentes e oportunistas que visam o cargo apenas para melhorarem a qualidade de vida deles.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

OUTRAS NOTÍCIAS