Tempo - Tutiempo.net

Mamata vai continuar: Marcos Lima vereador derrotado indica cargos a ocupar no executivo/por Carlos Lima.

A mamata vai continuar

Líder do governo no Legislativo feirense o vereador derrotado nas eleições do dia 15 de novembro, Marcos Lima, entendeu ter sido prejudicado no processo eleitoral no qual tentava a reeleição, justamente pela delicada posição de defender o governo.

Mesmo sabedor das dificuldades, afirmou ter permanecido fiel ao grupo de José Ronaldo e Colbert Filho, atuando como liderado e cabo eleitoral.

Deu forte contribuição para que o grupo político fosse vencedor, lutou incansavelmente buscando votos para ele e para o prefeito, o principal objetivo foi alcançado, Colbert se reelegeu.

Para o seu futuro político não teve meias palavras. Espera a qualquer momento sentar com o prefeito e discutir sua participação no executivo.

Analisando que o DEM, seu partido de filiação, sempre esteve alicerçando a administração do prefeito, tem a convicção que terá o seu espaço. Sem dúvida será contemplado.

Com a certeza estampada nos olhos, apresentou sugestões para sua nomeação: “se me perguntarem o que eu prefiro, escolheria uma Secretaria ou até mesmo uma Superintendência para que eu possa atuar e fazer um bom trabalho para a população. Coloco-me a disposição do Governo como sempre me coloquei sendo líder do Governo, base de apoio e cabo eleitoral. Então, continuo batalhando pelo que acreditamos”.

Cargos almejados pelo vereador derrotado:

“Secretaria de Serviços Públicos (SESP), que me identifico muito; Secretaria de Meio Ambiente (SEMMAM), pois já fui presidente da Comissão de Meio Ambiente na Câmara e tenho conhecimento; Superintendência de Trânsito (SMT), que sou formado na área como instrutor de trânsito e também tenho conhecimento. São locais que acho que poderia contribuir com a cidade. Não adianta estar em uma Secretaria que não possa contribuir. Quero um local que possa contribuir e ajudar a cidade”.

Ele diz: Quero. “Quero um local que possa contribuir e ajudar a cidade”.

Essa escolha impositiva diz muito sobre o que “rolou e ainda está rolando nos bastidores desse grupo político comando pelo ex-prefeito José Ronaldo”.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS