Tempo - Tutiempo.net

Os vereadores emoldurados do prefeito e a fragilidade emocional do presidente da Casa/ por Carlos Lima

Vereador Fernando Torres

A base do executivo no legislativo feirense é formada por vereadores emoldurados pelo próprio alcaide, que, pela moldura, sacramenta uma vergonhosa subserviência.

Sem capacidade de resistir ao bloco oposicionista, identificaram o ponto fraco do presidente da Câmara Municipal, vereador Fernando Torres e montaram uma estratégia de desconstrução.

A falta de controle emocional e atitudes impensadas diante de situações contrárias, provoca no presidente da Casa, arroubos de violência verbal e desafios físicos quando se encontra em situação de provável confronto.

Na realidade demoraram muito para identificar o perfil de  Fernando Torres, não é de admirar, falta-lhes iniciativa, são briguelas, precisam ser acionados pelo seu ‘senhorzinho’.

Como desejam ardentemente que o presidente do legislativo seja destituído, o viés autoritário e manipulador do prefeito Colbert Filho jamais aceitará a premissa de que os dois poderes sejam independentes e harmônicos.

Passaram a criar situações que afetam o ponto de equilíbrio emocional do presidente da Casa, que reage de forma descontrolada, ferindo politicamente o cargo que ocupa, negativando o respeito e a confiança que tem a obrigação de construir diante da representatividade que lhes foi outorgada pelo povo.

O trabalho legislativo que vem sendo desempenhado merece respeito. Os vereadores do bloco oposicionista assumiram dignamente suas funções de fiscalizar as ações do executivo conforme preceitua a Lei Orgânica do Município.

Mesmo diante de certas fragilidades operacionais e debilidades conceituais, estão tentando construir um conceito mais respeitoso na execução dos trabalhos legislativos.

O presidente da Casa não deve desperdiçar essa oportunidade, nada se resolve no grito, na força bruta e na precipitação emocional.

As mudanças em processamento podem credibilizar o agente público legislador, ou destruí-lo. O vereador Fernando Torres deu um passo importante na tentativa de resgatar a respeitabilidade que o vereador deve ter.

Tudo depende de aprender a controlar suas emoções em situações adversas. Falta-lhe a arte da diplomacia.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS