Tempo - Tutiempo.net

Prefeito de Feira de Santana: um mastodonte disfarçado de porquinho-da-índia/por Carlos Lima

Colbert Filho, o disfarce

Será que o presidente do Legislativo feirense, vereador Fernando Torres, ao responder o prefeito Colbert Filho da acusação de que na Câmara Municipal tem muita gente (vereadores) que quer destruir Feira de Santana, foi dura?

Ou será que o escalafobético prefeito entende que o legislativo deva ficar sob seus pés, seja como ele, incompetente na execução de suas funções constitucionais.

Não foi exagero quando o presidente da câmara afirmou que ele era “estelionatário do povo”

Enganou a todos no período eleitoral, segundo afirmativa de Fernando Torres.

Mantendo um comportamento semelhante ao seu mito, Bolsonaro, tenta fazer da mentira verdade e se desmoraliza diante da própria falta de habilidade e sensibilidade política. É um mastodonte disfarçado de porquinho-da-índia.

A enganação de Colbert Filho foi desnudada quando ele perdeu a maioria na Câmara Municipal. Perdeu a camuflagem do seu caráter político e a mentira comportamental emergiu do seu mar excludente e vingativo.

A carga cognitiva do lado mentiroso e perseguidor explodiu.

O seu mimetismo mudou radicalmente quando ele se sentiu ameaçado pela provável independência do Legislativo, a uma submissão de mais de duas décadas.

Sua inquestionável falta de liderança política e debilitada interlocução, fez ele apelar para mentiras contra o governo do estado, além de procurar desacreditar e desqualificar as ações do Legislativo.

Um confronto que simplesmente confirmou sua fragilidade e potencializou as suspeitas de atos ilícitos.

Sua intenção de continuar manipulando a maioria dos vereadores não deu certo.

Como manipulador, perdeu a condição de que suas mentiras e escrúpulos morais não fossem questionados, passou a temer as desconfianças, antes engabeladas pelo “é dando que se recebe”.

Assim como nas outras coisas, o treino também leva à perfeição quando se trata de mentir.

Quem está acostumado a isso, a exemplo da ‘Operação Voucher’; já sabe bem o que é necessário para convencer as pessoas e conseguem lidar mais facilmente com suas próprias emoções, mais nem isso ele, atualmente, consegue dissimular.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS