Tempo - Tutiempo.net

Em ligação com Putin, Xi oferece apoio da China à Rússia em questões de ‘segurança e soberania’

Xi e Putin

Durante conversa hoje (15), líder chinês disse ao líder russo que “desde o início deste ano, as relações bilaterais [entre China e Rússia] mantêm um sólido impulso de desenvolvimento diante da turbulência e das transformações globais”.

Em ligação telefônica nesta quarta-feira (15), Xi Jinping se ofereceu para aprofundar a cooperação com seu colega russo, Vladimir Putin, sinalizando que a operação russa na Ucrânia não afetou o compromisso entre Pequim e Moscou.

Após o telefonema, o Ministério das Relações Exteriores chinês divulgou um relatório sobre a ligação.

Xi disse a Putin que “a China está disposta a trabalhar com a Rússia para continuar apoiando uns aos outros em seus respectivos interesses centrais em matéria de soberania e segurança, bem como em suas principais preocupações, aprofundando sua coordenação estratégica e fortalecendo a comunicação e a coordenação em organizações internacionais e regionais importantes como as Nações Unidas, o mecanismo BRICS e a Organização de Cooperação de Xangai”, relata a pasta.

Ao mesmo tempo, o mandatário chinês afirmou que “a cooperação econômica e comercial entre os dois países faz um progresso constante”, acrescentando que a ponte rodoviária transfronteiriça Heihe-Blagoveshchensk, inaugurada no último dia 10, criou um novo canal conectando as duas nações, relata o MRE.

“A China também está disposta a trabalhar com a Rússia para promover a solidariedade e a cooperação entre países de mercados emergentes e nações em desenvolvimento, e impulsionar o desenvolvimento da ordem internacional e da governança global em direção a uma direção mais justa e razoável”, afirmou Xi.

Os dois chefes de Estado também trocaram opiniões sobre a questão da Ucrânia.

O líder chinês enfatizou que Pequim sempre avaliou a situação de forma independente com base no contexto histórico e nos méritos da questão, e promoveu ativamente a paz mundial e a estabilidade da ordem econômica global.

“Todas as partes devem pressionar por uma solução adequada da crise na Ucrânia de maneira responsável”, disse Xi, acrescentando que a China, para esse fim, continuará desempenhando seu devido papel.

Por fim, o mandatário asiático declarou a Putin que “o lado chinês está pronto para trabalhar com o lado russo para impulsionar o desenvolvimento estável e de longo prazo da cooperação bilateral prática”.

Sputnik

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS