Estudo revela que britânicos estão perdendo interesse por sexo

 

Uma pesquisa que ouviu mais de 15 mil britânicos sugere que, na faixa etária entre 16 e 44 anos, eles estão perdendo o interesse em sexo. Segundo os pesquisadores da University College de Londres e da London School para Higiene e Medicina Tropical, as preocupações com a economia e a distração das redes sociais estão levando as pessoas do país a terem relações sexuais menos vezes por mês.

“As pessoas estão preocupadas com seus empregos, preocupadas com dinheiro. Não estão com disposição para sexo. Mas também pensamos que as tecnologias modernas estão por trás desta tendência”, afirmou Cath Mercer, uma das pesquisadoras. “As pessoas têm tablets e smartphones, que levam para o quarto, usando o Twitter e o Facebook, respondendo e-mails”, acrescentou.

A cientista também afirmou que o estudo sugere que casais formados por pessoas entre 16 e 44 anos podem estar usando pornografia online como um substituto para o sexo.

A falta de interesse em sexo é um problema comum relatado – e não é um problema exclusivo das mulheres, 15% dos homens britânicos enfrentam a perda de libido. A britânica média abaixo dos 44 anos informou que teve 7,7 parceiros sexuais durante toda a vida, enquanto o britânico relata ter tido 11,7.

A pesquisa também mostrou que uma em cada dez mulheres e um em cada 70 homens mantiveram relações sexuais contra sua vontade. Menos da metade deles contaram para alguém da família ou amigos e menos ainda (13% das mulheres e 8% dos homens) relataram o fato à polícia.

A pesquisa foi publicada na revista especializada The Lancet.

Fonte: Redação / BBC Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS