Tempo - Tutiempo.net

Míssil intercontinental russo Sarmat pode ser implantado com planadores hipersônicos Avangard

Rúsia já pode usar os mísseis balísticos intercontinentais

O mais novo míssil balístico intercontinental (ICBM, na sigla em inglês) russo Sarmat pode ser implantado com vários blocos planadores hipersônicos Avangard, disse o comandante da Força Estratégica de Mísseis da Rússia, o general Sergei Karakaev, neste domingo (24).

O Ministério da Defesa russo informou, na quarta-feira (20), que testou com sucesso um míssil Sarmat a partir de um lançador de silo.

A pasta acrescentou que as características do projeto foram confirmadas com sucesso em todas as etapas de seu voo, e as ogivas de treinamento chegaram a uma área planejada no campo de treinamento no polígono de Kura, localizado na península de Kamchatka.

“Em relação ao Sarmat, é outro sistema de mísseis. É baseado em um outro lançador que é muito mais poderoso que o lançador Avangard. Também foi projetado para o Avangard, levando em consideração que o número [de Avangards] neste sistema [Sarmat] poderia ser maior”, disse Karakaev.

O general observou que o desenvolvimento do Avangard trouxe a era das armas hipersônicas.

Karakaev acrescentou que nenhum outro país do mundo, exceto a Rússia hoje, tem esse tipo de arma em serviço de combate.

O Sarmat entrará nas Forças Armadas russas após a conclusão dos testes. O sistema destina-se a trocar o grande míssil balístico intercontinental Voevoda RS-20.

O Ministério da Defessa russo observou que o Sarmat é capaz de atingir alvos a longas distâncias usando várias trajetórias de voo, e tem a garantia de superar quaisquer sistemas de defesa antimísseis existentes e futuros.

O sistema, que é o mais poderoso do mundo e de maior alcance, deve fortalecer consideravelmente as capacidades de combate das forças nucleares estratégicas da Rússia.

Missel intercontinental supersônico pode usar ogiva nuclear, imbatível

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS