Por causa de mulheres e bebida, general americano é dispensado

 

Um general da Força Aérea Americana responsável por armas nucleares esteve frequentemente bêbado e agiu de forma grosseira durante uma viagem oficial a Moscou em julho, revela um relatório militar. Michael Carey insultou seus anfitriões russos, faltou a reuniões e foi visto na companhia de duas mulheres suspeitas no bar de um hotel, numa possível situação de risco, segundo o informe de 44 páginas. Carey foi dispensado em julho por conduta imprópria, mas somente agora ficou claro que comportamento foi esse.

O oficial viajou na companhia de auxiliares para treinamento militar na Rússia. Segundo seus companheiros, ele começou a beber ainda na escala em Zurique e continuou durante os três dias em Moscou. Uma testemunha contou que o general bebeu tanto que tinha dúvidas se ele conseguiria permanecer de pé sozinho. As gafes e os embaraços foram tantos que os oficiais da Força Aérea o retiraram do comando.

Em outubro, ele foi removido do posto como comandante do 20º Batalhão de Força Aérea, responsável pelos mísseis intercontinentais balísticos. Na época, os militares disseram que estava sob investigação por má conduta, mas não deram detalhes. Parte do relatório vem à tona agora a partir de um pedido de jornalistas com base na Lei de Liberdade de Informação.

Carey hoje é assessor especial do Comando Espacial da Força Aérea. Embora tenha perdido o comando, mantém a patente e não enfrenta medidas disciplinares.

Fonte: Redação / O Globo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS