Redução de recesso parlamentar é reprovada

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Por 10 votos contra e 8 votos a favor, a proposta de emenda à Lei Orgânica do Município que reduziria o recesso parlamentar de 90 para 60 dias não foi aprovada, em votação que ocorreu na sessão ordinária desta terça-feira (25), na Câmara de Vereadores de Feira de Santana.

 

Votaram contra o projeto David Neto (PTN), Eli Ribeiro (PSB), Eremita Mota (PDT), Isaías de Diogo (PPS), Marcos Lima (PRP), Neinha (PMN), Ronny (PSDB), Roque Pereira (PTN), Tonhe Branco (PSC) e Wellington Andrade (PTN). 

 

A favor da redução foram os vereadores Alberto Nery (PT), Antônio Carlos de Ataíde (DEM), Beldes Ramos (PT), Corrêa Zezito (PTB), Edvaldo Lima (PP), Gerusa Sampaio (Pros), José Carneiro (PSL) e Pablo Roberto (PT). Cintia Machado (PSC) e Robeci da Vassora (PHS) não participaram da votação.

 

 

Um dos que eram a favor da redução, o vereador Alberto Nery, criticou o resultado final. “A maioria das casas legislativas desse país já ajustaram seus recessos, é incompreensível os vereadores desta Casa optarem por permanecer com férias tão longas, enquanto temos tantos temas de interesse da cidade para discutir”, afirmou o petista.

Fonte: Estadão/ foto Web.

OUTRAS NOTÍCIAS