APÓS DELATAR, OTÁVIO AZEVEDO DEIXA A PRISÃO

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Presidente da Andrade Gutierrez

O presidente da Andrade Gutierrez, o executivo Otávio Azevedo, está deixando a prisão nesta sexta-feira, após quase sete meses detido.

Azevedo teria fechado acordo de delação premiada com a força-tarefa da Operação Lava Jato.

Especula-se que ele tenha dito ter sido “achacado” pelo então tesoureiro da campanha da presidente Dilma Rousseff, Edinho Silva, e por Giles Azevedo, ex-chefe de gabinete do Palácio do Planalto

Nas eleições de 2014, a Andrade Gutierrez foi a maior doadora da campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG), após se tornar sócia controladora da Cemig, mesmo sendo minoritária.

Azevedo também vinha sendo pressionado a delatar por que a Oi, controlada pela Andrade Gutierrez, investiu na Gamecorp, empresa de Fábio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula.

OUTRAS NOTÍCIAS