Tempo - Tutiempo.net

EXÉRCITO ENFRENTA BOLSONARO: NÃO VAI RECUAR NA EXIGÊNCIA DE PASSAPORTE VACINAL PARA SEUS MEMBROS

general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, anunciou a exigência de comprovante de vacinação contra a Covid-19.

Militares do Exército e do Ministério da Defesa decidiram, por ora, que não vão atender determinação do presidente Jair Bolsonaro para emitir nota explicando portaria que obriga vacinação, testagem e distanciamento nos quartéis.

A decisão dos militares gera um certo distanciamento do governo.

No entanto, não apaga a cumplicidade histórica da caserna com o governo federal durante a maior pandemia da história brasileira e o papel que o general ministro da Saúde teve no agravamento da crise sanitária.

Ordem do comandante

Na última sexta-feira, 7, o comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, anunciou a exigência de comprovante de vacinação contra a Covid-19.

Outro ponto que bate de frente com o Planalto foi a exigência do uso de máscaras para que militares retornem ao trabalho presencial.

Além disso, o general proibiu militares de espalharem fake news e que eventos religiosos tenham sua “pertinência” analisada.

Renato SouzaExército

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS