Morre mulher mantida 20 h em cárcere por ex-marido

Vítima de um cárcere privado que durou 20 horas em Sapucaia do Sul (RS), região metropolitana de Porto Alegre, Rosemeri da Silva Anori morreu às 9h18 desta quinta-feira (6) após uma parada cardíaca no Hospital Getúlio Vargas, localizado na cidade. O corpo será encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML). Rosemeri foi mantida em cárcere pelo ex-marido, Jerry Aguiar, que se enforcou depois de tentar matá-la. Ela foi encontrada inconsciente e encaminhada ontem para o hospital.
Ao encontrarem Rosemeri na residência, os paramédicos levaram 25 minutos para ressuscitá-la. A decisão de invadir a casa ocorreu por volta das 6h40 de quarta-feira (5), quando o negociador da polícia não obteve contato com Jerry. Foi usada uma bomba de efeito moral e a porta da casa foi arrombada. Rosemeri foi encontrada desacordada em um sofá que escorava a porta, e Jerry foi encontrado enforcado, já morto.
Aguiar estava em liberdade condicional e tinha antecedentes por furto, roubo, ameaça, furto de veículos além de denúncia de agressões contra Rosemeri. Na terça-feira, ele invadiu a residência da vítima por volta das 10h30, e manteve refém também o neto dela, de 26 dias, até as 16h. Após negociações com a Brigada Militar, o suspeito entregou o bebê. Ele ameaçava a ex-mulher com uma faca.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS