Mulher injeta acrílico no bumbum e morre

 

Uma supervisora de telemarketing morreu após injetar acrílico nos glúteos para deixá-los mais bonitos. O procedimento foi feito no prédio onde mora a médica e a substância usada na moça é proibida pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

 

Sueli de Oliveira, de 37 anos, manteve o procedimento em sigilo. Os filhos acreditaram que a mãe estava na academia quando a delegacia ligou e disse que a moça havia morrido.

 

Uma médica ortopedista com especialização em medicina estética, de 47 anos, foi indicada por amigas da academia. Ela se apresentou à polícia e disse que a vítima morreu após uma parada cardiorrespiratória.

 

A substância para levantar e arredondar os glúteos foi colocada pela médica em um dos quartos, onde havia uma maca e vários medicamentos.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS