Tempo - Tutiempo.net

Adolescente mata o pai com a arma da vítima e esquarteja o corpo

Rafael morto e esquartejado pelo filho

Uma mulher de 21 anos foi presa por suspeita de ajudar a ocultar o corpo do namorado, morto pelo próprio filho dele, em um apartamento em Fortaleza (CE). O adolescente de 16 anos foi apreendido na segunda-feira (27).

O delegado Rodrigo Jataí, titular da 2ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e responsável pela investigação do caso, afirmou que Rafael Ferreira Barbosa, de 38 anos, foi morto com um tiro na cabeça na quinta-feira (23), depois de discutir com o filho, e teve o corpo esquartejado.

“De acordo com o adolescente, houve uma discussão entre pai e filho, momento em que ele pegou a arma que pertencia ao pai e efetuou um disparo na cabeça dele, vindo a causar o óbito.

O adolescente afirmou que, após o crime, ficou desesperado e resolveu cortar os membros inferiores e superiores do pai, utilizando uma faca e um martelo”, contou o delegado durante uma coletiva sobre o caso.

Segundo o G1, Jataí relatou que, após a morte, o filho disse aos policiais que Sara Nascimento Parente de Morais, namorada do pai, estava na residência, dentro de um dos quartos, e foi rendida pelo jovem.

“Quando ela ouviu o disparo, saiu do quarto, momento em que o adolescente apontou a arma de fogo para ela e determinou que ela voltasse para o quarto, a amarrou e a manteve presa durante um dia inteiro”, afirmou.

Ocultação do corpo
Um dia depois do assassinato, o adolescente pegou os braços e pernas do pai, que ele havia guardado em um congelador no imóvel da vítima, e foi até o bairro Siqueira com o carro do homem. Lá, ele abandonou os membros em uma caixa de papelão.

O criminoso relatou que, em seguida, voltou ao apartamento, soltou a namorada do pai do quarto e os dois decidiram ocultar o corpo da vítima, que já estava no local há três dias.

“Ele conversou com a companheira do pai, essa inicialmente pretendeu chamar a polícia, mas acreditou que a polícia não iria se convencer daquela história que tinha acontecido. Então, em comum acordo com o adolescente, resolveram desovar o corpo no Anel Viário, pois já estava com um cheiro muito forte e poderia chamar a atenção dos vizinhos”, afirma o delegado Rodrigo Jataí.

O tronco e a cabeça do homem foram localizados pela polícia às margens do 4º Anel Viário, no Parque Jeri, em Maracanaú, no último domingo (26).

Filho apreendido e namorada presa
Rodrigo Jataí também afirmou que, após localizarem o tronco de Rafael Barbosa, a polícia iniciou as investigações sobre o caso. Com a ajuda de câmeras de segurança, eles identificaram o carro usado para jogar o corpo no local.

O automóvel foi encontrado estacionado no condomínio em que a vítima morava, no bairro Bom Jardim.

A partir daí, eles chegaram ao apartamento do homem, onde foram recepcionados pelo filho da vítima e autor do crime.

O delegado relata que “os policiais solicitaram a entrada no local e durante uma breve revista encontraram uma pistola 380 em um dos quartos.

O adolescente, bastante nervoso, vendo que os policiais encontraram a arma, confessou que havia assassinado o pai no dia 23, no interior do apartamento”.

O adolescente já tinha registro de ato infracional por posse irregular de arma de fogo e, depois de ser apreendido, mostrou onde jogou os membros do pai.

A namorada da vítima, entretanto, foi presa pela polícia quando trabalhava em uma loja de roupas em um shopping no bairro Jóquei Clube.

O jovem relatou que Sara Nascimento não participou diretamente da morte do pai, mas a polícia declara que partiu dela a decisão de ocultar o cadáver, a fim de não chamar a atenção dos vizinhos.

A polícia registrou contra o adolescente atos infracionais análogos a homicídio, porte ilegal de arma de fogo e ocultação de cadáver. Já Sara responderá por ocultação de cadáver e corrupção de menor.

Natália Coutinho

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS