Criança de 5 anos pede pra morrer após ser estuprada pelo pimo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Após ser estuprada pelo primo, de 32 anos, menina de 5 anos pede pra morrer. O caso aconteceu em Cubatão, interior de São Paulo.

Após ser estuprada pelo primo, menina de 5 anos pede pra morrer.

No dia do crime, a mãe havia saído de casa para pagar uma conta e deixado o primo, muito próximo da família, com a criança. Quando ela voltou para casa, estranhou sua filha estar enrolada em um lençol e as portas e janelas estarem fechadas, já que estavam abertas antes.

A menina foi ameaçada pelo primo de 32 anos, e só contou o que aconteceu dias depois, quando teve um sangramento. A violência sexual foi comprovada.

A mãe também reparou que a filha estava com um comportamento diferente, cortava o próprio cabelo e não queria colocar roupas femininas. Foi então que a criança chegou a dizer: “Estou cansada dessa vida e quero ir morar no céu com Deus”, afirmou a menina, segundo o portal G1.

“Quando ela me falou que queria morrer foi muito difícil. Fiquei muito mal, não sabia como reagir e por onde começar. Eu nunca pensei que ele fosse capaz de fazer isso, era como um irmão. Ela era ameaçada de morte para não contar. Quero justiça”, desabafou a mãe.

De acordo com o boletim de ocorrência, o próprio pai do estuprador afirmou que acredita que ele tenha cometido o crime porque ele já havia abusado sexualmente de uma criança de oito anos, também próxima da família.

O estuprador fugiu e chegou a mandar mensagens de WhatsApp oferecendo sua casa e um terreno em troca de a família não denunciá-lo à polícia.

O homem ainda não foi preso e a mãe também reclama na demora para resolução do caso. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirma que o caso é investigado por meio de inquérito policial instaurado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Cubatão. O trabalho de investigação está em andamento e segue em sigilo policial.

C.LIVRE

OUTRAS NOTÍCIAS