Desentendimento por motivo de som alto causa morte de PM

 

Na madrugada desta terça-feira (31), por volta das 3h, o soldado da Polícia Militar João Thiago Leite Machado, de 28 anos foi morto a tiros no município de Valença. O crime ocorreu devido a um desentendimento por causa de som alto. Ele tentou impedir que um homem identificado por Édipo Varlei Andrade atirasse contra populares que se divertiam em via pública ouvindo som. Conforme a PM, Édipo reagiu à abordagem e acabou sendo baleado no peito pelo policial. Em seguida, o PM foi surpreendido por dois homens, de demais dados ignorados, os quais deflagraram os tiros, que atingiram-lhe o tórax, braço, abdômen e peito da vítima.Eles fugiram em seguida levando a pistola do soldado e um revólver calibre 38, pertencente a Édipo.

 

O policial era lotado na 60ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) e atuava na cidade de Gandu mas residia na rua caravelas, bairro Chácara São Cosme, em Feira de Santana Ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi sepultado na manhã desta quarta-feira (1º). A cerimônia ocorreu no distrito de Bravo, em Serra Preta, segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar.

 

A Polícia Militar informou ainda que Édipo, baleado pelo soldado, foi encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia, em Valença, onde permanece internado.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS