Enfermeiro matou a ex-mulher por motivo fútil

Foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil e sem chance de defesa para a vítima, o enfermeiro e comerciante Nilson Oliveira da Silva. Ele foi o autor do assassinato de sua ex-mulher, a projetista Danúbia Alvim da Silva Lopes, de 29 anos. Ela foi encontrada morta em um quarto na casa do acusado, na manhã do dia 9 de maio, deste ano, no bairro Conceição, em Feira de Santana.

A delegada Dorean dos Reis Soares, que presidiu o inquérito sobre o caso, não tem dúvida quanto a autoria do crime praticado por Nilson e afirma que os tiros foram inclusive à queima-roupa. Quanto ao depoimento dado pelo acusado de que teria flagrado um homem desconhecido, armado e de cueca, no interior de sua residência junto com a sua ex-mulher, e o mesmo teria entrado em luta corporal, tomando-lhe a arma e disparado vários tiros, não se lembrando de mais nada, a delegada Dorean diz que , não houve uma terceira pessoa envolvida no caso a qual segundo o acusado, teria cometido o crime.

O envio do inquérito à Justiça foi feito nesta quarta-feira (22), e o enfermeiro vai responder o processo preso no Conjunto Penal de Feira de Santana porque teve a prisão preventiva decretada pelo juiz da Vara de Execuções Penais,Gustavo Rubens Hungria.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS