Tempo - Tutiempo.net

Prêmio para os diretores exonerados da PRF vão ocupar cargos nos Estados Unidos

Diretores da PRF promovidos por ações criminosas

Foi publicada na terça-feira (31) no Diário Oficial da União as demissões dos diretores executivo e de inteligência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Jean Coelho e Allan da Mota Rebello.

A notícia foi recebida como uma reação do governo federal às recentes ações violentas da PRF.

A participação na chacina da Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, e a execução de Genivaldo de Jesus, em Sergipe, em uma câmara de gás.

A exoneração, no entanto, não se trata de uma resposta a estes episódios.

Segundo o G1, Coelho e Rabello foram indicados pelo governo Bolsonaro, no dia 13 de maio, para cargos nos Estados Unidos.

Eles devem atuar como oficiais de ligação, em Washington, por dois anos.

É uma bela punição. Vão ganhar em dólar por dois anos, depois retornam e continuam na PRF.

Eles foram demitidos dos cargos não da Corporação. Um bom exemplo  de punição por chacina e assassinato em camara de gáz improvisada em mala de viatura.

“Eita” governo miserável e genocida.

 

cljornal com informações Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS