Dilma pede avaliação sobre Marina em reunião com líderes

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A presidente Dilma Rousseff abriu a reunião com os líderes dos partidos da base aliada com um pedido para que eles avaliassem a surpreendente movimentação de Marina Silva. No último fim de semana, a ex-senadora desistiu que lançar candidatura própria ao Planalto e se filiou ao PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que saiu da aliança governista para abrir seu caminho para a Presidência em 2014.

 

De acordo com relato de um dos presentes, após ouvir a avaliação da maioria dos líderes de que a ida de Marina para o PSB enfraquecia o peso eleitoral da ex-ministra em relação aos 20 milhões de votos obtidos na eleição passada, Dilma fez questão de ressalvar que “não se pode desconsiderar a importância de Marina” neste jogo eleitoral porque “ela não é qualquer pessoa”.

 

Ainda segundo este parlamentar, o tema Marina teria sido tratado informalmente e apenas no início da reunião. Na conversa com os líderes governistas, a presidente foi muito cuidadosa ao tratar do tema Marina Silva e teria preferido aproveitar o assunto para questionar a forma como ocorrem hoje a criação dos partidos políticos, querendo informações de como são feitas as certificações e a aferição de assinaturas.

 

O deputado Jovair Arantes (PTB-GO) lembrou que dois partidos foram criados agora e que há outros 25 na fila esperando sua vez. O líder pedetista Marcos Rogério criticou o que chamou de “precariedade do processo de certificação dos partidos”. Segundo Marcos Rogério, a presidente Dilma, após ouvir as ponderações, demonstrou preocupação com o tema e defendeu que “este assunto tem de ser discutido pelo Congresso”.

Fonte: Bahia Notícias via Agência Estado

OUTRAS NOTÍCIAS