Ronaldo afirma: Subaé Brasil só recebia IPTU

Em entrevista concedida ao Programa Jornal da Povo, que tem como âncora o radialista Carlos Lima, o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, rebateu declaração dada pelo então ex-prefeito Tarcízio Suzarte Pimenta sobre o caso do Subaé Brasil. Tarcízio divulgou uma nota alegando que , ao assumir o cargo de Chefe do Poder Executivo em janeiro de 2009, a Cooperativa de Crédito do Vale do Subaé já estava entre os bancos credenciados pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, não recaindo sobre ele qualquer fato ocorrido entre os anos de 2002 a 2008, conforme aponta o Ministério Público Federal.

 

José Ronaldo esclarece que a prefeitura no período de 2002 a 2008 ultilizava o Subaé Brasil apenas como recebidor do IPTU; ou seja, não se realizava nenhuma aplicação financeira, nem pagamento a fornecedores e funcionários e também não se realizava empréstimos.

 

O prefeito ainda explicou que, ao pagar o tributo em um dia, no outro, automaticamente, o valor era transferido para uma outra instituição bancária. Para ele, Tarcízio foi infeliz em seu pronunciamento ao tentar querer justificar, o que segundo Ronaldo, é injustificável.

Fonte: Por Edicarlos Silva e Lizangela Veiga

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS