Servidor pode ter salário suspenso em maio

Os servidores municipais cujos nomes não integrem a programação de carga horária remetida à Secretaria de Administração por dirigentes das unidades escolares e não tenham lotação cadastrada na Secretaria de Educação podem ter seus vencimentos relativos a maio sustados. Para que isso não ocorra, quem estiver nessa situação, deve comprovar que está trabalhando, indicar a lotação e a programação correspondente. Quem cumprir as exigências será reintegrado à folha de pagamento.

Para receber o vencimento de maio no dia 25, terão que apresentar a documentação específica até o dia 15 de maio. Quem a apresentar até dia 30 de maio vai receber o salário em folha complementar.

Quem não cumprir as exigências até o dia 30 vai permanecer excluído da folha de pagamento e a Secretaria de Educação vai promover os processos de sindicância para elucidar possíveis irregularidades e indícios de autoria, para adotar medidas disciplinares cabíveis.

A relação com os nomes dos servidores que estão nesta situação vai estar disponível a partir do dia 2 de maio, próxima quinta-feira, no Setor de Protocolo da Secretaria de Educação e as respectivas matrículas dos servidores podem ser consultadas no site www.feiradesantana.ba.gov.br.

Fonte: Redação / Secom

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS