Tempo - Tutiempo.net

PF cobra explicações de delegado sobre que falou em “interferência” no caso Milton Ribeiro

Delegado relata interferência na investigação do caso MEC

A Polícia Federal pediu para o delegado Bruno Calandrini explicar a denúncia de possíveis interferências na inquérito que apura esquema de corrupção no Ministério da Educação (MEC).

A ação deflagrada na última quarta-feira (22/6), levou o ex-ministro Milton Ribeiro à prisão.

O policial, agora, terá de detalhar qual é a interferência e como ela supostamente ocorreu.

Um procedimento interno foi instaurado pela corporação.

Por meio de nota, a PF afirmou que, “considerando boatos de possível interferência na execução da Operação Acesso Pago e objetivando garantir a autonomia e a independência funcional do Delegado de Polícia Federal, conforme garante a Lei nº 12.830/2013, informamos que foi determinada a instauração de procedimento apuratório para verificar a eventual ocorrência de interferência, buscando o total esclarecimento dos fatos”.

Mirelle Pinheiro e Carlos Carone

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS