Carlos Lima
Hoje dia 07/12/2019 às 07:56:49

Feira de Santana
Carlos Lima | Publicado em 25/11/2019 às 10:29:09

Subserviência política compromete continuidade de Colbert/por Carlos Lima

Subserviência política compromete continuidade de Colbert/por Carlos Lima Os remanejados

O remanejamento de cargos realizados pelo prefeito Colbert Martins, reforça o entendimento popular de que o ex-prefeito José Ronaldo é quem determina e traça as estratégias políticas do governo municipal.

Os nomes remanejados nas secretarias são da extrema confiança do ex-prefeito.

Mudanças poderiam ser encaradas como tal, se as exonerações desses cargos de confiança fossem definitivas.

Como o ano eleitoral se avizinha, o prefeito quis mudar a imagem  de que José Ronaldo é realmente quem dita as ordens no Paço Municipal.

Entretanto, simplesmente ao realizar uma troca de função, por sinal  infeliz, para sua gestão, confirma que tais mudanças demonstram a sua subalternidade administrativa e incapacidade  de  se desatrelar em definitivo do eterno cacique político feirense.

Se a atitude pretendia melhorar sua imagem visando o processo eleitoral de 2020, abrindo caminho para sua permanência no poder, “a emenda saiu pior do que o soneto”.

Os remanejamentos.

Foi exonerado do cargo de Chefe de Gabinete do prefeito, Mário Costa Borges, sendo nomeado para assumir a titularidade da Secretaria Municipal de Agricultura e Recursos Hídricos.

Ele substituiu Joedilson Machado de Freitas, que foi nomeado para a Secretaria Municipal Extraordinária de Relações Interinstitucionais.

Elionai de Carvalho Santana, conhecido como Nau Santana, que ocupava a Serin, passa a ser  Diretor Presidente da Agência Reguladora de Feira de Santana – ARFS, autarquia vinculada ao Poder Executivo Municipal, símbolo DAS.

Denilton Pereira de Brito foi exonerado da Agência Reguladora e assumiu a titularidade da Secretaria Municipal de Governo.

Paulo Sérgio Aquino de Azevedo Souza foi exonerado da titularidade da Segov e assume a função de  Chefe de Gabinete do Prefeito, símbolo NE.

Nada mudou no quartel de José Ronaldo, tudo continua como Dantes.

É preciso mudar.

Carlos Lima

 

Comentários

comentários

Veja também