Privatização e capitalização acima de tudo, Deus mercado acima de todos

O slogam do governo federal foi mal interpretado pelo povo.

Mesmo durante a campanha, o então candidato esbravejava aos quatro cantos que Deus estaria acima de todos.

Ocorre que em um país laico, todas as religiões e, portanto, deuses são respeitados.

Custamos a entender qual era esse deus referido pelo movimento bolsonarista. Trata-se do deus Mercado!

Pensava-se que seria um Deus de amor, respeito, solidariedade pelo povo, o Deus da vida. Aos poucos fomos percebendo que se tratava de um deus de ódio, de rancor, de barbárie e de morte.

Sim, o deus Mercado é bárbaro! Não possui conexão com o Deus de Abraão, Isaque e Jacó.

O deus Mercado tem conexão com belzebu.

Portanto, a privatização/capitalização do sistema Eletrobras, nada tem a ver com amor ao povo, mas com um projeto demoníaco de desastres, de destruição da natureza e da vida das pessoas, a exemplo do que ocorreu em Brumadinho.

é o mito que não passava de um mico.

cljornal com informações de Tiago Bitencourt Vergara

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS