Carlos Lima
Hoje dia 19/08/2018 às 01:36:37

Esportes
Carlos Lima | Publicado em 23/04/2018 às 15:02:04

A disputa pelas últimas vagas para a Copa do Mundo

A disputa pelas últimas vagas para a Copa do Mundo Radar da Seleção: Talisca faz belo gol, Willian se irrita e Rodrigo Caio preocupa

A disputa pelas últimas vagas na lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo está cada vez mais acirrada. Faltando 21 dias para o anúncio da lista do Brasil, o Radar da Seleção destaca dois jogadores que ainda não tem presença garantida na Rússia: enquanto Anderson Talisca marcou mais um belo gol pelo Besiktas, Rodrigo Caio deixou o campo chorando e preocupa.

Dentre os já garantidos pelo técnico Tite na Copa, o atacante Gabriel Jesus perdeu um pênalti na goleada do Manchester City por 5 a 0 sobre o Swansea. Mas deixou sua marca nos minutos finais e balançou as redes pelo terceiro jogo seguido. Já Willian se irritou ao ser substituído na vitória do Chelsea sobre o Southampton pela semifinal da Copa da Inglaterra.

Mas você pode se perguntar: “Essa turma citada abaixo é a que vai para Copa?”. Alguns sim, como já confirmou o técnico Tite. Mas no geral se trata de uma análise baseada nas últimas convocações. Eventualmente, um ou outro jogador pode entrar de acordo com suas performances. Veja abaixo e diga nos comentários se faltou alguém.

Goleiros:

Alisson (Roma)

Na semana passada, vacilou no gol do Genoa (reveja no vídeo abaixo), mas para sua sorte a Roma venceu por 2 a 1. No final de semana, praticamente não foi exigido no tranquilo triunfo por 3 a 0 sobre o Spal.

Neto (Valencia)

Atuação segura no 1 a 1 diante do Celta fora de casa. Não teve culpa no gol do time de Vigo.

Ederson (Manchester City)

Em uma vitória de 5 a 0 como a sobre o SS, quase não foi exigido. Precisou fazer apenas uma boa defesa no fim do primeiro tempo.

Cássio (Corinthians)

Fez uma linda defesa quando o jogo ainda estava 0 a 0 e ajudou o Corinthians a derrotar o Paraná. No fim, goleada paulista por 4 a 0.

Laterais:

Daniel Alves (PSG)

Atuou os 90 minutos na vitória por 1 a 0 sobre o Bordeaux e foi o principal destaque defensivo do PSG no jogo. Terminou o jogo com cinco roubadas de bola, uma interceptação e três rebatidas.

Fágner (Corinthians)

Atuação segura na goleada sobre o Paraná. Não teve muito trabalho na defesa e ainda deu a assistência para o terceiro gol, marcado por Clayson.

Alex Sandro (Juventus)

Ficou no banco de reservas na derrota por 1 a 0 para o Napoli, que deixou ainda mais aberta a briga pelo título italiano.

Danilo (Manchester City)

Foi titular e jogou os 90 minutos na vitória por 5 a 0 sobre o Swansea. Foi seguro na defesa e deu a assistência para o golaço de De Bruyne, o terceiro do City.

Ismaily (Shakhtar Dontesk)

Titular na vitória de 4 a 2 sobre o Vorskla pelo Ucraniano. Jogou os 90 minutos, e deu uma assistência para o segundo gol do Shakhtar.

Marcelo (Real Madrid)

Por conta da final da Copa do Rei entre Sevilla e Barcelona, o Real Madrid não jogou no final de semana.

Filipe Luís (Atlético de Madrid)

Em recuperação da fratura na fíbula da perna esquerda, vive a expectativa de voltar a treinar com bola nos próximos dias. Na última quarta-feira, o lateral-esquerdo postou um vídeo correndo no gramado.

Zagueiros:

Miranda (Inter de Milão)

Outra boa atuação na importante vitória fora de casa sobre o Chievo por 2 a 1. Se destacou na defesa e rebateu 11 bolas que foram na direção da área da Inter.

Geromel (Grêmio)

Depois de ser eleito o melhor jogador no empate contra o Cerro Porteño, voltou a se destacar no 0 a 0 contra o Atlético-PR. Foi bem nas antecipações e cruzou na cabeça de Éverton naquele que poderia ter sido o gol da vitória – o atacante finalizou para fora. Nos últimos nove jogos com Geromel em campo, o Grêmio sofreu apenas um gol.

Thiago Silva (PSG)

Foi poupado e ficou no banco de reservas na vitória por 1 a 0 sobre o Bordeaux.

Marquinhos (PSG)

Jogou os 90 minutos do triunfo sobre o Bordeaux e ajudou o PSG a vencer com uma boa atuação defensiva. Foi quem mais afastou bolas da área do Paris, nove no total.

Rodrigo Caio (São Paulo)

Se destacou nas roubadas de bola e teve atuação segura no empate por 0 a 0 diante do Ceará. Mas deixou o campo preocupado. Na reta final do jogo, caiu no gramado sentindo o pé esquerdo e optou por continuar em campo mesmo depois de dizer suspeitar de uma fratura no local. Depois do apito final, o zagueiro caiu no gramado chorando e foi consolado pelos companheiros. O primeiro exame, realizado em um hospital de Fortaleza, não detectou qualquer fratura. Rodrigo será submetido a um exame complementar de ressonância magnética em São Paulo.

Gil (Shandong Luneng)

Ia ser observado Cleber Xavier e Fernando Lázaro, auxiliares de Tite, mas por problemas no visto, a dupla não assistiu ao defensor que fez um gol que iniciou a virada de 4 a 2 sobre o Guangzhou R&F. O ex-corintiano cometeu um pênalti, quando o jogo estava ainda 1 a 0 contra o seu time. No entanto, o rival desperdiçou a cobrança (assista aos lances abaixo). No geral, fez boa partida. Sua equipe tem a segunda melhor defesa do campeonato.

Meias:

Casemiro (Real Madrid)

Por conta da final da Copa do Rei entre Sevilla e Barcelona, o Real Madrid não jogou no final de semana.

Fred (Shakhtar Donetsk)

Jogou os 90 minutos da vitória de 4 a 2 sobre o Vorskla pelo Ucraniano. Deu uma assistência para o gol que abriu o placar.

Renato Augusto (Beijing Guoan)

Levou um cartão amarelo, mas fez um gol de pênalti aos 43 do segundo tempo que ajudou seu time a empatar por 2 a 2 com atual campeão chinês Guangzhou Evergrande.

Fernandinho (Manchester City)

Suspenso, não enfrentou o Swansea pelo Campeonato Inglês.

Paulinho (Barcelona)

Entrou no segundo tempo quando o Barcelona já vencia o Sevilla por 5 a 0. Resultado garantiu a Copa do Rei para o Barcelona. Primeiro título do ex-corintiano com a camisa blaugrana.

Philippe Coutinho (Barcelona)

Titular no 5 a 0 sobre o Sevilla que garantiu a Copa do Rei ao Barcelona. Fechou o placar em cobrança de pênalti e teve ótima atuação na partida que marcou seu primeiro título com a camisa do Barcelona. Ainda deu uma assistência para Suárez abrir o caminho para o triunfo. Saiu nos minutos finais quando o jogo já estava definido.

Willian (Chelsea)

Titular na vitória de 2 a 0 sobre o Southampton que colocou o Chelsea na decisão da Copa da Inglaterra, o meia brasileiro Willian teve boa atuação, chegando a carimbar uma bola na trave no primeiro tempo. No entanto, aos 17 da segunda etapa foi substituído e não gostou nada da escolha do técnico Antonio Conte. Saiu de campo com semblante fechado, não passou pelo banco de reservas e foi direto para o vestiário.

Anderson Talisca (Besiktas)

Marcou um belo gol na vitória sobre o Malatyaspor por 3 a 1. Dominou no meio-campo, abriu para o brasileiro Adriano na ponta esquerda e foi para a área cabecear .

Arthur (Grêmio)

Jogou 75 minutos no empate por 0 a 0 diante do Atlético-PR, mas não repetiu a ótima atuação da estreia no Brasileirão. Ainda assim, teve boa atuação no meio-campo do Grêmio.

Diego (Flamengo)

Machucado, não participou da vitória de 2 a 0 sobre o América-MG.

Giuliano (Fenerbahçe)

Ainda entra em campo nesta segunda-feira: enfrenta o Antalyaspor pelo Campeonato Turco.

Atacantes:

Gabriel Jesus (Manchester City)

Boa atuação na goleada por 5 a 0 sobre o Swansea. Perdeu um pênalti no segundo tempo (Bernardo Silva marcou no rebote), mas deixou a sua marca de cabeça no fim do jogo. Após o apito final, foi um dos mais assediados na invasão de campo dos torcedores.

Roberto Firmino (Liverpool)

Poupado para a Champions, começou no banco a partida contra o West Brom no sábado. Entrou aos 21 do segundo tempo e teve tempo de participar do segundo gol no empate de 2 a 2. Iniciou a jogada que terminou com a finalização de Salah.

Douglas Costa (Juventus)

Atuação discreta na derrota por 1 a 0 para o Napoli pelo Campeonato Italiano. Assim como seus companheiros de ataque, teve problemas com a forte marcação do rival.

Willian José (Real Sociedad)

Começou no banco no duelo contra o Málaga e entrou no segundo tempo da partida na qual a Real Sociedad foi derrotada por 2 a 0 para o rival que entrou em campo já rebaixado. Deu dois arremates, sem sucesso.

Taison (Shakhtar Donetsk)

Expulso no clássico diante do Dínamo de Kiev na semana passada, cumpriu suspensão no jogo contra o Vorskla no último sábado.

Diego Tardelli (Shandon Luneng)

Fez um gol e levou um cartão amarelo na vitória de virada por 4 a 2 sobre o Guangzhou R&F.

Neymar (PSG)
Segue no processo de recuperação da cirurgia e já anda sem muletas. Deve voltar aos treinos um mês antes da Copa.

Edgard Maciel e Marcos Felipe

 

Comentários

comentários

Veja também