Carlos Lima
Hoje dia 10/12/2019 às 05:37:38

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 21/11/2019 às 12:27:27

Matrícula para 2.020 na rede estadual está sendo 100% digital para 2020

Matrícula para 2.020 na rede estadual está sendo 100% digital para 2020

Uma parceria entre a Secretaria da Educação, a Secretaria da Administração (Saeb) e a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb) permite que os alunos da rede estadual façam a matrícula para 2020 por meio do SAC Digital.

A plataforma do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) unifica os serviços do Estado utilizando diferentes canais de comunicação, como computadores, tablets e celulares.

O calendário de matrículas 2020 já está aberto para estudantes da Educação Inclusiva, que terão até quarta-feira (20) para realizar a pré-matrícula.

De 21 de novembro e 10 de dezembro será a vez dos alunos que já estudam na rede estadual. De 21 a 28 de janeiro, o sistema será aberto para novos alunos.

É a oportunidade para que todo cidadão tenha acesso de forma mais rápida e eficiente, sem sair de casa, através desse serviço que já é tão conhecido pelo cidadão baiano, que é o SAC e o SAC Digital.

Lá estão disponíveis todas as vagas, os colégios próximos à residência do estudante, o turno, se é tempo integral, educação profissional ou ensino médio regular.

Mas temos também a coexistência com a matrícula convencional, quando a escola é um posto de matrícula presencial, explica o superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar da Secretaria da Educação, Manoel Calazans.

O coordenador de Tecnologia da Informação da Saeb, Anderson Barbosa, orienta que o estudante deve se cadastrar para usar o serviço.

O principal objetivo da plataforma é disponibilizar serviços digitais para o cidadão. Para que seja feita a matrícula ou outro serviço, é necessário fazer o cadastro.

O estudante ou responsável pode baixar o aplicativo, tanto para iOS quanto para Android na loja virtual, ou acessar via web.

A partir desse cadastro, ele pode solicitar o serviço desejado”, detalha Anderson.

Secom

Comentários

comentários

Veja também