Carlos Lima
Hoje dia 18/12/2018 às 10:43:58

Feira
Carlos Lima | Publicado em 16/11/2018 às 10:48:26

Por onde anda o ZÉ

Por onde anda o ZÉ O ex-prefeito sumiu

Primeiro vamos falar sobre definição da palavra AUSÊNCIA  e suas variantes.

Vejamos: afastamento, desaparecimento, desaparição, distanciamento, separação, sumiço, absentismo. Falta.

Esse tem sido o comportamento repentino e questionável do ex- prefeito José Ronaldo de Carvalho.

É uma situação incomum, se tratando do político que ele é. Fato que abre um leque de especulações no cenário político de Feira de Santana, justamente no momento em que o governo eleito(Jair Bolsonaro PSL) forma sua equipe de trabalho.

Sendo um deles, um provável fake News, sobre a possibilidade de ocupar a pasta do ministério da Agricultura.

Na atual conjuntura política nacional, comandada pelo Bolsonaro,  qual seria ou qual será o real comportamento adotado pelo ex-prefeito que se mantém afastado dos holofotes políticos?

Será uma estratégia ou falta de opções?

Qual o papel a ser adotado pela deputada eleita Dayane Pimentel, interlocutora entre o ex-prefeito e o presidente eleito?

Que tipo de moeda está sendo manipulado nessa troca de interesses políticos, o que perpassa pela cabeça da deputada?

Há quem afirme que a principal moeda de negociação será a ocupação da cadeira do Paço Municipal em 2020.

Nos bastidores os comentários que mais circulam dão conta de que a ausência do ex-prefeito é um forte indicativo que a construção desse viés político está sendo costurado.

Nas malhas da rede política envolvendo os interesses nem sempre claros e objetivos, colocam em cheque os interesses da população em favorecimento dos interesses pessoais.

Mais uma vez fica evidenciado que os verdadeiros vícios políticos registados em nossa história continuam se perpetuando.

Mudam-se os homens mais as práticas são as mesmas.

cljornal

Comentários

comentários

Veja também