Carlos Lima
Hoje dia 20/10/2019 às 08:24:32

Nacional
Carlos Lima | Publicado em 09/10/2019 às 11:22:04

Petrobrás muda nomes de usinas e apaga história do Brasil

Petrobrás muda nomes de usinas e apaga história do Brasil (Foto: PR | Petrobras | Reprodução)

Governo Jair Bolsonaro alterou o nome de 11 usinas termoelétricas que durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva haviam sido batizadas com nomes de personalidades históricas e que defenderam o Brasil em suas vidas.

Nem mesmo a termoelétrica que levava o nome do histórico líder indígena Sepé Tiaraju (1723-1756),  cujo processo de canonização tramita no Vaticano, escapou da censura do atual governo de extrema-direita. Sepé Tiraju foi um líder guarani, morto por portugueses e espanhóis ao defender as terras dos Sete Povos das Missões. Seu heroismo, foi reconhecido oficialmente. Ele é “herói guarani missioneiro rio-grandense” pela Lei nº 12.366 do Estado do Rio Grande do Sul e Herói da Pátria Brasileira pela lei Federal 12.032/09.

Também entraram na lista negra da direção da estatal, de acordo com o blog do jornalista Ancelmo Gois,  comandada por Roberto Castello Branco, as unidades de geração de energia termelétrica que homenageavam Leonel Brizola, Luiz Carlos Prestes, Mario Lago, Barbosa Lima Sobrinho, Aureliano Chaves, Fernando Gasparian, Celso Furtado, Euzébio Rocha, Jesus Soares Pereira e Rômulo Almeida. Agora, as usinas terão nomes que fazem referência apenas à região onde estão instaladas.

247

Comentários

comentários

Veja também