Tempo - Tutiempo.net

Na iminência de serem punidos, bolsonaristas caga na saia, deletam vídeos com ataques ao poder Judiciário/ Por Sérgio Jones

Cagança

Às vésperas do julgamento do meliante deputado federal Daniel Silveira (União-RJ) pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por ataques e ameaças desferidos contra ministros da Corte e com a proximidade das eleições, estão apagando os seus infames vídeos com críticas direcionadas ao Superior Tribunal Federal (STF) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no YouTube.

O fato foi constatado através de levantamento feito pela empresa de análise de dados Novelo Data, conforme informações que estão sendo veiculadas nos jornalões do país.

De acordo com constatação feita pela empresa quem mais excluiu vídeos no o youtuber foi Gustavo Gayer, responsável pelo canal Papo Conservador, que é pré-candidato, em Goiás, a deputado federal pelo PL, partido de Jair Bolsonaro.

Outra figura na condição de pré-candidato pelo PL, Fernando Lisboa, do canal Vlog do Lisboa, excluiu seis vídeos no último dia 7. O inusitado é que todos são veiculados com referências desairosas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Já o canal “O Jacaré de Tanga”, do pré-candidato fascista à Câmara dos Deputados Felipe Lintz, deletou dois vídeos e tornou outros três sobre ministros do STF e a Corte eleitoral privados na sexta-feira.

O elemento se utiliza do bordão “defensor de Deus, pátria e família”. Como não podia ser diferente, Lintz nas redes sociais, anunciou na semana passada que será candidato ao lado da dupla “Capetão” Jair Bolsonaro e do ex-ministro Tarcísio de Freitas, que disputará o governo de São Paulo pelo PL.

O levantamento realizado pela empresa assinala que outros quatro canais bolsonaristas também deletaram vídeos desde a última quinta-feira. Ao todo, 90 publicações com referências aos tribunais. Outros dois canais tornaram 13 vídeos privados.

Mesmo depois de ter praticado esse tipo de higienização com as remoções, o YouTube ainda abriga considerável número deles sendo portador de conteúdos com ataques voltado para o Judiciário.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS