Banco acusa oito municípios baianos de calote

Prefeituras e câmaras municipais de oito cidades do interior baiano foram denunciadas ao Ministério Público Estadual por apropriação indébita de valores e improbidade administrativa em processo de empréstimos bancários.

 

O Banco Gerador alega ter recebido calote de mais de R$ 645 mil dos municípios de Nova Triunfo, Sítio do Quinto, Esplanada, Almadina, Baixa Grande, São Félix, Sítio do Mato e Paratinga, que não teriam repassado descontos de empréstimos consignados feitos a servidores públicos, apesar de as parcelas terem sido descontadas nas folhas de pagamento.

 

“O prefeito ou presidente da Câmara tem que responder o porquê de não repassar ao banco os recursos e se foram descontados dos servidores”, aponta a gerente jurídica da organização, Jamila Ferreira. Em todo o Brasil, a instituição bancária realizou 263 convênios com câmaras municipais e prefeituras, sendo 94 na Bahia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Redação/ Bahia Notícias

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS