BC diz que ações de clientes de corretora liquidada estão preservadas

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Corretoras em liquidação

Os títulos e as ações de propriedades de clientes, sob custódia da TOV Corretora, liquidada pelo Banco Central (BC), estão preservados. Segundo informou hoje (8) o BC, corretoras apenas custodiam e fazem a intermediação de compra de títulos e ações, cobrando uma taxa de custódia e de corretagem.

Portanto, caberá aos clientes transferir a custódia dos recursos que possuíam junto à TOV para outra instituição autorizada a prestar esse serviço, acrescentou o BC.

Ontem (7), o BC decretou a liquidação da corretora por constatar graves violações às normas legais que disciplinam a atuação das corretoras de câmbio, títulos e valores mobiliários.

 Nos próximos dias, o liquidante deverá apresentar ao Banco Central relatório com o balanço geral e o inventário patrimonial da instituição, na data da decretação do regime especial.

O BC procederá a inquérito, a fim de apurar as causas que levaram a corretora ao regime especial e a responsabilidade de seus controladores e administradores, informou a instituição em nota.

O Banco Central acrescentou que os clientes devem aguardar as ações e as comunicações do liquidante nomeado pela autarquia, Tubinambá Quirino dos Santos.

O BC informou, ainda, que o dinheiro depositado em Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários não tem cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

No entanto, a BM&FBovespa Supervisão de Mercados possui Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos.

Kelly Oliveira

OUTRAS NOTÍCIAS