Tempo - Tutiempo.net

Mercado prevê que PIB fique em 2,70% em 201

No último relatório, estimativa era de crescimento de 2,69%

A previsão de crescimento da economia para 2018 foi elevada de 2,69% para 2,70% por analistas do mercado financeiro, de acordo com o boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (15) pelo Banco Central. Já para 2019, a previsão de alta ficou estável, em 2,8%.

Com relação à inflação, analistas do mercado preveem que ela fique em 3,95% em 2018 e 4,25% em 2019, mantendo o índice dentro da meta fixada pelo governo. Em 2017, a inflação ficou em 2,95%, abaixo do piso da meta, o que fez o presidente do Banco Central escrever uma carta pública ao ministro da Fazenda do governo de Michel Temer, Henrique Meirelles, para explicar os motivos para a variação fora da previsão.

Sobre a taxa básica de juros, o mercado manteve a estimativa de que, no final deste ano, a Selic esteja em 6,75%. Atualmente, a taxa está em 7%. Já para o ano que vem, o mercado reduziu a previsão de 8,13% para 8%.

Para a taxa de câmbio, a previsão para o final de 2018 sofreu um ligeiro acréscimo, de R$ 3,34 para R$ 3,35. Para 2019, o câmbio previsto é de R$ 3,40.

O boletim também faz uma projeção para o resultado da balança comercial. O mercado agora aponta US$ 53 bilhões de resultado positivo, contra US$ 52 bilhões da projeção anterior. Para 2019, o resultado estimado é de superávit de US$ 45 bilhões.

A previsão para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2018 e 2019, continua em US$ 80 bilhões.

A pesquisa semanal do Banco Central é feita com mais de 100 instituições financeiras e divulgada sempre às segundas-feiras.

Jornal do Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS