Polícia acusa velocista Oscar Pistorius pela morte da namorada

O sul-africano Oscar Pistorius, 26, uma das maiores estrelas do atletismo paraolímpico, foi acusado formalmente pela polícia do país de ter assassinado a namorada Reeva Steenkamp a tiros nesta quinta-feira.Ele foi detido pela polícia e deverá se apresentar à Justiça ainda nesta quinta.

Steenkamp, 29, uma modelo sul-africana, foi morta com um tiro no braço e um na cabeça na casa de Pistorius. Atendida por paramédicos, morreu no local antes da polícia chegar. Como sua família mora em outra cidade e ainda não pôde reconhecer o corpo, a polícia não confirma de forma oficial que se trata da modelo.

Ofentse Mogawane, companheiro de Pistorius na equipe de revezamento 4×400 m da África do Sul, afirmou à imprensa do país que conversou com Pistorius por volta das 6h desta quinta e disse que o astro paraolímpico estava “chocado” com o ocorrido: “Liguei para Oscar por volta de 6h e ele não tinha muito o que falar, parecia em choque, assim como eu.”
O pai de Pistorius também declarou que o atleta estava triste, mas afirmou que não sabe nada do ocorrido além do já divulgado pela mídia. “Quem pode dar uma declaração oficial é apenas Oscar”, afirmou.

A polícia sul-africana revelou que ouviu boatos de que Pistorius teria atirado na namorada por suspeitar que se tratava de um ladrão que invadia sua residência, e declarou que recebeu essa informação com “surpresa”. Também afirmou que há história de acidentes domésticos na casa de Pistorius, mas não revelou o que exatamente, e que isso será levado em conta nas investigações.

Fonte: Redação / Com informações de agências internacionais

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS