Construção do Porto Sul terá investimentos privados de R$ 5,6 bilhões para operar

 

O contrato a ser assinado nesta segunda-feia (6) com a Secretaria de Portos da Presidência da República permitirá ao Terminal de Utilização Privada (TUP) do Estado da Bahia e o TUP da Bahia Mineração (Bamin) serem instalados, formando o maior empreendimento portuário do Nordeste.

Esses terminais tiveram outorgas publicadas pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) em dezembro de 2013 e a expectativa do governo baiano é ver a licitação concluída até junho, com o texto disponível para consulta pública por 60 dias.

A Bamin utilizará o terminal para exportar o minério de ferro que explora na jazida de Caetité, investindo R$ 2 bilhões, enquanto o TUP para apoio logístico deverá ser implantado por meio de uma sociedade de propósito específico, tendo o Estado da Bahia como sócio minoritário de empresas que pretendem construir, operar e explorar o megaporto.

O governador Jaques Wagner, o ministro da SEP, Antônio Henrique Silveira, o Secretário Estadual da Indústria Naval e Portuária, Carlos Costa e o Secretário da Casa Civil, Rui Costa, assinarão o documento na Governadoria no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, às 9h00, oficializando a adesão dos dois terminais do Porto Sul, a ser construído em Ilhéus-Ba.

Fonte: Bahia Negócios

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS