Tempo - Tutiempo.net

Governador Rui Costa se reúne com prefeitos de municípios atingidos pelos temporais

Situação de emergência, governador envia ajuda e cria força tarefa

O governador Rui Costa se reuniu, em videoconferência, nesta sexta-feira (10), com prefeitos dos municípios do Sul e Extremo Sul baianos que vêm sofrendo com as fortes chuvas.

Secretários de Estado também participaram do encontro, que serviu para fazer um diagnóstico detalhado dos problemas que as cidades estão enfrentando e reforçar o suporte que o governo estadual já começou a oferecer por meio de uma força-tarefa.

Entre os 21 prefeitos ouvidos estavam Jânio Natal, de Porto Seguro; Manrick Teixeira, de Vereda; Marcelo Belitardo, de Teixeira de Freitas; Adalberto Pinto, de Medeiros Neto; Arivaldo Costa, de Jucuruçu; e Marcelo Angênica, de Itamaraju.

Na reunião, os participantes sinalizaram problemas como falta de abastecimento de energia elétrica e água, além de dificuldade de resgate de pessoas que se encontram ilhadas em suas residências.

“Nivelamos as informações das ações do Estado, ouvimos todos os presentes e vamos manter uma reunião diária emergencial com toda a equipe de governo e municipais para tomar as providências.

Já conseguimos, em vários locais, fazer resgates de muitas pessoas doentes e mulheres grávidas.

Onde o abastecimento de água foi interrompido e é possível ter acesso, a Embasa está enviando caminhões-pipa”, citou Rui Costa.

O governador lembrou que os temporais atingem quase todo o estado da Bahia, mas a situação mais crítica é no Extremo Sul, principalmente em Jucuruçu e Itamaraju, no distrito de Nova Alegria.

“Estas regiões estão, praticamente, embaixo d’água. A prioridade é tirar as pessoas de áreas de risco, mas, infelizmente, as condições do tempo estão limitando as ações aéreas”, explicou.

Aos moradores dos locais mais afetados, ele pediu que se abriguem em áreas mais altas e solicitem ajuda diante do alerta de mais chuvas e vazão de água nas áreas ribeirinhas:

“Faço um apelo para que as pessoas que estão próximas de rios e riachos saiam das suas casas e vão para regiões mais altas. Esses rios e algumas barragens vão soltar mais água. Recebemos um alerta da Chesf, que opera a barragem de Pedras, em Jequié, afirmando que, até amanhã, vai soltar um volume grande de água. Faço este alerta para que as prefeituras e órgãos de defesa civil e assistência social retirem as pessoas dessas localidades o mais rápido possível”.

A força-tarefa realizada pelo Governo do Estado desde a última quarta-feira (8) envolve a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), o Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer) e a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), entre outros órgãos estaduais.

Aeronaves, barcos, botes e caminhonetes estão sendo utilizados para dar socorro aos moradores das comunidades alagadas.

A distribuição de cestas básicas, cobertores, lonas e medicamentos é feita de acordo com o diagnóstico previamente feito pelo Estado e municípios.

A edição desta sexta-feira (10) do Diário Oficial do Estado traz a publicação de um decreto de situação de emergência em 24 municípios afetados pelas fortes chuvas em diferentes regiões da Bahia.

Rui CostaA medida determina que todos os órgãos estaduais devem se mobilizar, no âmbito de suas competências, para apoiar as ações de socorro às cidades. O decreto tem validade de 90 dias.

Com informações da Secom

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS