Rodoviários comemoram conquista após greve.

O Sindicato dos Rodoviários divulgou uma nota em seu site, na tarde desta quarta-feira (28), em que classifica o acordo que resultou no fim da greve da categoria como uma “grande vitória”. Os motoristas e cobradores aceitaram um reajuste salarial de 9%, o pagamento de R$ 14 para tíquete alimentação, e a redução da jornada de trabalho para 6h40 e 20min de descanso, totalizando 7h. A  Prefeitura também assumiu o pagamento da gratificação do Carnaval. 

 

De acordo com o sindicato, o aumento “é o melhor percentual do Norte e Nordeste e, se forem somadas as demais conquistas, foi sem dúvida o melhor resultado de campanha salarial no país”.

Inicialmente, a categoria pleiteava um aumento salarial de 15%. Em nova reunião, os trabalhadores fixaram o pedido de aumento em 12%. Eles também exigiam tíquete alimentação de R$ 17, sendo que o pedido inicial era de R$ 20, contra os R$ 12 pagos atualmente.

O secretário municipal de Transportes e Urbanismo, Fábio Mota, garantiu que o acordo não resultará no aumento no preço da passagem, que é de R$ 2,80 atualmente. A previsão do secretário é de que a circulação volte ao normal ainda nesta quarta-feira. 

 

Pela manhã, apenas 101 ônibus, que representam 4% da frota regular, circularam pela cidade. Os motoristas deixaram as garagens em comboio e escoltados por policiais militares da Tropa de Choque e da Rondesp. Outros 300 micro-ônibus do transporte complementar reforçaram o transporte. 

Fonte: Redação com informações do correiol/ Foto: Web

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS