Associação de Síndrome de Down realiza o sonho da sede própria

Sede própria Associação Síndrome de Down.

Após um período funcionando em instalações precárias, no bairro Queimadinha, a Associação Feirense de Síndrome de Down Cromossomo 21 festeja agora a conquista de um sonho que começou em 2002: a aquisição de uma sede própria.

A inauguração aconteceu na última sexta-feira, 17, e contou com a presença do prefeito José Ronaldo de Carvalho.

A instituição passa a contar com instalações adequadas para dar assistência às crianças especiais e suas famílias (mais de 40 no total). A área tem 380 m2 e está localizada na rua Boa Vista de Goiás s/n, bairro Santa Mônica – II .

O prédio conta com recepção, setor administrativo, salas individualizadas para atendimento nas áreas de pedagogia, psicomotricidade, fonoaudiologia, fisioterapia, psicopedagogia, além de espaço multifuncional e Jardim interno.

Cozinha e área para depósito e sanitários, sendo dois exclusivos para as pessoas com Síndrome de Down e um social. O investimento somou R$ 146.000,00.

“Conseguimos a verba de subvenção social junto aos vereadores da época, tendo à frente Roberto Tourinho, Maurício Carvalho e Frei Cal e a atuação decisiva do prefeito José Ronaldo”, lembra o presidente da Cromossomo 21, Amilton Figueiredo Teles. “Com pouco se faz muito, quando há honestidade com o dinheiro público. Foi o que fizemos” pontuou.

Além da prefeitura municipal, também são parceiros da instituição as empresas Sustentare; Rotary Club Olhos D’água e a Polícia Militar, que garantem entre outras ações, como o trabalho de equoterapia, considerado essencial para tratar as dificuldades psicomotoras das crianças com down.

“Essa obra não é só da Cromossomo 21, mas de toda sociedade feirense e até de cidades vizinhas. Para fazê-la funcionar bem, com equipe técnica capacitada, precisamos contar com o poder público”, ressaltou Teles.

Ao receber os agradecimentos, o prefeito José Ronaldo foi muito aplaudido e deu mais uma boa notícia para as famílias assistidas na instituição.

“Há um pleito no sentido de garantir o transporte para as crianças e seus acompanhantes até o local da equoterapia, bem como a questão de profissionais técnicos, e nós vamos analisar isso com todo cuidado e vontade de solucionar”, afirmou o prefeito.

Secom/Assessoria

 

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS