Incêndio destrói em São Paulo o Museu da Língua Portuguesa

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Incêndio destrói Museu em São Paulo

Um incêndio de grandes proporções atingiu e ainda consome o Museu da Língua Portuguesa, no prédio da Estação da Luz, região central de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (21).

De acordo com o capitão Marcos Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros, um bombeiro civil (brigadista) morreu após ser resgatado do prédio com sinais de intoxicação.

O museu estava fechado no momento do incêndio (o local não abre às segundas). Não há informação sobre outras vítimas.

Ainda de acordo com o capitão Palumbo, cerca de 30% do museu foi tomado pelas chamas. Ao menos o segundo andar, onde ocorria uma exposição temporária sobre o antropólogo Luiz da Câmara Cascudo, e o terceiro piso, onde havia um cinema, foram atingidos.

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 15h57 e enviou 37 viaturas, com 97 bombeiros, para o local. A pedido da corporação, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) fechou a estação da Luz por precaução.

Desta forma, os trens não circulam entre as estações Brás e Luz, na linha 11-Coral, e entre Palmeiras-Barra Funda e Luz, na linha 7-Rubi.

A linha 4-Amarela do Metrô funciona normalmente.

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Trânsito), a praça da Luz está totalmente interditada. Até as 19 horas, não havia nenhum desvio na região.

O motivo do fogo deve ser apurado depois que o incêndio for controlado.

Em entrevista coletiva, o secretário municipal da Cultura, Nabil Bonduki, disse que um incêndio como o que ocorreu nesta segunda-feira é “devastador para a cultura brasileira”.

— Esperamos reconstruir o edifício e recolocar o museu em funcionamento.

Segundo ele, o ocorrido “alerta para a necessidade de ter as condições de segurança adequadas”. Bonduki ainda disse que, só após a saída dos bombeiros, será possível avaliar os estragos provocados pelo incêndio.

Em entrevista no início da noite, o governador Geraldo Alckmin afirmou que o Museu será reconstruído, o governo vai procurar os parceiros, a iniciativa privada e o Museu será totalmente reconstruído.(cljornal)

Leonardo Benassatto

OUTRAS NOTÍCIAS