Tempo - Tutiempo.net

40 pessoas morrem nesse domingo após queda de avião no Irã

Um avião de passageiros caiu pouco depois de decolar neste domingo em Teerã, capital iraniana.

40 pessoas morreram e outras nove ficaram feridas, de acordo com um oficial sênior de transportes e a imprensa estatal.

Um porta-voz aeroportuário confirmou que, dos 40 passageiros e oito membros da tripulação que viajavam no avião, 38 morreram no ato e outros dez sofreram ferimentos de diversas considerações e foram levados a hospitais, onde dois deles morreram pouco tempo depois.

Segundo as autoridades aeroportuárias iranianas, 34 passageiros adultos, três crianças, três bebês e oito tripulantes estavam a bordo.

Dos oito sobreviventes, metade homens e a outra metade mulheres, cinco são membros da mesma família, incluindo uma criança, de acordo a agência local Isna, e dois se encontram em estado de extrema gravidade.

A aeronave caiu às 09h45 locais (3h15 de Brasília), minutos após decolar do aeroporto de Meharabad, perto do estádio Azadi, no sudeste de Teerã.

O avião, um Iran-140, tem 52 lugares e é produzida no Irã com tecnologia ucraniana.

O voo tinha como destino a cidade de Tabas, no leste do país.

“O avião caiu no galpão número seis do complexo habitado Azadí. Até o momento dessa matéria não se tinha informações exatas sobre as causas do acidente”, conforme declarou o porta-voz do Crescente Vermelho, Hossein Derajshan.

A TV estatal informou que os corpos de algumas das vítimas sofreram queimaduras tão graves que não puderam ser identificados.

Eles serão entregues aos parentes após os exames de DNA serem realizados para determinar suas identidades, disse o porta voz.

A frota aérea iraniana é obsoleta e há vários anos enfrenta dificuldades para encontrar peças de reposição devido às sanções internacionais, o que costuma provocar graves atrasos nos voos internos.

O último acidente aéreo da história do Irã aconteceu em janeiro de 2011, quando um Boieng 727 se partiu em pedaços quanto tentava realizar um pouso de emergência no norte do país, matando 77 pessoas. Em julho de 2009, 168 pessoas morreram na queda de outra aeronave, no noroeste do país, após sair da capital.

Fonte: AP/ISNA

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS