Confrontos no Egito deixam 34 mortos e 209 feridos

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O domingo (6) foi de confrontos no Egito entre manifestantes contrários ao governo e as forças de segurança, deixando pelo menos 34 mortos e 209 feridos. Segundo Khaled Al Khatib, responsável pelos serviços de urgência egípcios, 30 pessoas morreram no Cairo (a capital), a maioria na Praça Tahir, símbolo da resistência civil no país, e quatro no Sul do Egito.

 

Durante os confrontos, 423 pessoas foram detidas. No Cairo, os incidentes envolveram simpatizantes do presidente deposto, Mohamed Mursi, e policiais. No dia 4, quatro pessoas morreram na capital durante confrontos entre os simpatizantes de Mursi, opositores e as forças de segurança.

 

Mursi foi destituído e detido pelo Exército em 3 de julho, depois de manifestações de milhões de egípcios exigindo sua renúncia. Os militares nomearam um governo interino encarregado de reescrever a Constituição e de organizar eleições legislativas e presidenciais para o início de 2014.

Fonte: Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS