EUA protegem ilha no Pacífico com escudo antimísseis

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Sejam bravatas ou não as ameaças disparadas pela Coreia do Norte, o Pentágono anunciou nesta quarta feira (4) que encara com seriedade as declarações de Pyongyang e que enviará nas próximas semanas um avançado sistema antimísseis para sua base em Guam, no Pacífico.

 

O governo norte-coreano anunciou nos últimos dias a reativação de todas as suas instalações nucleares e ameaçou atacar bases dos EUA na região, incluindo a da Ilha de Guam, território administrado pelos americanos no Pacífico. A tensão aumentou desde a adoção de novas sanções pela ONU em fevereiro, após o terceiro teste nuclear da Coreia do Norte.

– Algumas das ações que eles tomaram nas últimas semanas representam um perigo claro e real – declarou o secretário de Defesa dos EUA, Chuck Hagel, durante uma palestra em uma universidade em Washington.

Hagel afirmou que as respostas americanas têm sido responsáveis e moderadas, e que o país tem trabalhado com a China e outras nações para resolver a questão.

 

Pouco depois da declaração de Hagel, o Departamento de Defesa afirmou que vai enviar o sistema conhecido como Defesa Aérea Terminal de Alta Altitude (THAAD, na sigla em inglês) a Guam. O sistema inclui um lançador sobre um caminhão, interceptadores de mísseis, um radar de rastreamento AN/TPY-2 e um sistema integrado de controle de mísseis.

– Os Estados Unidos continuam vigilantes diante das provocações norte-coreanas e se mantêm prontos para defender o território dos EUA, de nossos aliados e nossos interesses nacionais – afirmou um porta-voz do Pentágono.

Fonte: Redação / Estadão

OUTRAS NOTÍCIAS