Tempo - Tutiempo.net

A MAÇONARIA NÃO PODE SER COMPARADA COM A IGREJA DE CORINTO/CARLOS LIMA

Foto Ilustrativa

Meus amigos, meus irmãos, como podemos entender que algumas pessoas que se dizem religiosas, se voltarem contra a Maçonaria a tal pondo de acusarem-na, falsamente, de cultuar o demônio e ter práticas satânicas.

Serão eles realmente religiosos ou simplesmente adoram o Deus Mamom e se sentem ameaçados pela Ordem Maçônica.

A Maçonaria caminha paralela com os ensinamentos de Cristo, ou melhor, com a doutrina cristã. Seu princípio é a busca do aperfeiçoamento de cada homem; pela qualificação profissional, social, cultural; humana filosófica e moral, pela inspiração do amor do Grande Arquiteto do Universo.

Pergunta-se: Onde está o satanismo na prática maçônica?

Será que a vaidade, a inveja, o perjúrio de quem difunde esse pensamento não seja proveniente da falta de amor ao próximo.

A Maçonaria não tem dogmas religiosos, não é uma religião, pois aceita em seus quadros todos os religiosos, o que significa possuir um elevado espírito de fraternidade universal, com respeito absoluto à liberdade individual no seu mais amplo livre arbítrio.

A Maçonaria constrói pontes para unir os homens e as sociedades, agindo para eliminar as guerras e os conflitos religiosos. Basta lembrar que Cristo disse que não veio para destruir a Lei, mas dar-lhe cumprindo. (Mateus 5:17).

Alguns evangélicos (crentes Luteranos. ou outras denominações evangélicas e católicas) não renegam sua fé e sua religião por serem maçons, na verdade não deixam de serem crentes e, com certeza, se tornam bons crentes ou católicos.

A união que há entre os irmãos maçons não é aquela união que havia na igreja de Corinto, entre crentes e alguns idólatras.

A carta enviada aos crentes de Corinto, em parte, dizia: Escrevi-vos naquela carta que não tivésseis relações com os avarentos, os ladrões, os idólatras. Ou seja, com aqueles que fazem do templo um negócio, além de comercializarem com a Fé e o nome de Deus.

Seria mais conveniente aos inimigos gratuitos da Maçonaria que procurassem conhecer a realidade da Ordem do que se manifestar criminosamente em atitude que fere profundamente os ensinamentos de Cristo razão de suas existências, assim se acredita.

Portanto, a Maçonaria não é Religião, não é Partido  Político, não prega credo religioso nem ideologia política, é uma instituição eminentemente filosófica, filantrópica e social, tem como lema de estandarte Liberdade, Igualdade, Fraternidade, para o bem do ser humano, da família, da sociedade, da pátria e da humanidade, para que tudo resulte em glória ao Grande Arquiteto do Universo.

 

CARLOS Lima

Bibliografia

Comentários da Lei Maçônica – Clase

A Maçonaria e o Cristianismo – Jorge Lyra

Anales Maçônicas – Caillot.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS