Após ficar com rosto deformado em cirurgia plástica, apresentadora de TV vive só de pão e água

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

 

Conhecida como “Rainha dos Caminhoneiros” em Cascavel, no Paraná, a apresentadora de TV, Edileuza Fabrini, de 65 anos, vive hoje um pesadelo: ter que conviver com seu rosto deformado após erro médico em uma cirurgia plástica. Emocionada, ela conta que depois da operação malsucedida, sua vida se transformou completamente. Além de problemas de saúde, ela foi obrigada a largar o comando do programa de TV que fazia há 32 anos consecutivos.

Na verdade, o sonho dela era colocar silicone nos seios. Então, algumas amigas indicaram um cirurgião conhecido que fazia o procedimento e ela se animou. Porém, de acordo com Edileuza, quando o médico perguntou qual era sua profissão, a conversa se transformou. “Quando eu falei sobre o programa, ele disse: não vamos fazer o seio não, não vamos por silicone não, vamos fazer esse rosto, a senhora está muito envelhecida, a senhora está acabada demais, a senhora nem poderia estar na TV com um rosto desse”.

Depois do comentário dele, ela ficou muito mal, com a auto estima lá embaixo, e naquele dia, não quis nem comer. Por causa do comentário também, resolveu fazer a cirurgia no rosto. Durante a operação, devido a um erro do médico, Edileuza teve o rosto totalmente desfigurado.

 

O cirurgião está sendo processado pela vítima. Com o problema no rosto, a mulher perdeu o emprego. Atualmente, ela frequenta psicólogos e psiquiatras por conta do drama que sua vida virou.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS