Casa da família de Dilma recebe título de patrimônio histórico

 

Uma casa da família da presidente Dilma Rousseff em Uberaba, a 494 quilômetros de Belo Horizonte, foi declarada patrimônio histórico.

 

O processo, que começou com a declaração de utilidade pública do imóvel, foi oficializado com o decreto de tombamento assinado pelo prefeito Paulo Piau (PMDB). O local deve ser transformado em um memorial. O valor da desapropriação do imóvel está sendo discutido com a família da presidente.

 

Localizada no centro histórico da cidade, a casa foi construída pelo avô de Dilma Odilon Silva em 1938, conforme relatório do Conphau (Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico de Uberaba).

 

A mãe da presidente, Dilma Silva, morou lá até a juventude e foi na cidade mineira que ela conheceu o pai da petista, Pedro Rousseff. Dilma nunca morou no imóvel, mas ele foi declarado de interesse histórico porque na infância a presidente e a família ficavam na casa quando viajavam à cidade.

 

A alegação oficial é que o local deveria ser tombado para preservar a memória e o valor histórico da família, que morou na casa até 1951.

 

O objetivo da Prefeitura de Uberaba é restaurar o imóvel para instalar no local um memorial dos presidentes brasileiros e um centro de cultura política.

Fonte:

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS