Tempo - Tutiempo.net

Deputado bolsonarista saca arma de fogo e faz ameaças contra Lula

Deputado bolsonarista saca arma de fogo

O deputado Junio Amaral (PL-MG) publicou nesta terça-feira (5) um vídeo nas redes sociais segurando uma arma e dizendo estar pronto para receber o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na segunda (4), durante um evento da Central Única dos Trabalhadores (CUT), o petista afirmou que manifestações em frente ao Congresso Nacional “não movem uma pestana de um deputado”, sugerindo, então, outras maneiras de chamar atenção dos políticos.

“Se a gente pegasse, mapeasse o endereço de cada deputado e fossem 50 pessoas para a casa desse deputado… Não é para xingar, não, é para conversar com ele, conversar com a mulher dele, conversar com o filho dele, incomodar a tranquilidade dele”, falou Lula.

O vídeo de Amaral, aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do mesmo partido que o mandatário, foi uma resposta ao ex-presidente do PT.

O parlamentar contou morar em Contagem, em Minas Gerais. Ao final do vídeo, ele sacou a arma e disse: “Eu vou esperar vocês lá, tanto a sua turma, como você. Vá lá conversar com a minha esposa, a minha filha. Vocês serão muito bem-vindos. Até lá”.

Terceira via
No evento da CUT, Lula afirmou que a terceira via é uma “cretinice”. Segundo o ex-presidente, a eleição presidencial deste ano será “complicada” e que, até o momento, o que ele percebe é uma imprensa que trabalha de forma “alucinada” para encontrar uma terceira via.

“Esse negócio de terceira via, de polarização, é uma cretinice, porque a polarização há toda vez que tem duas pessoas disputando. O PT está polarizando desde que foi criado. Eu gostaria de polarizar com os tucanos, com o FHC [Fernando Henrique Cardoso], que é mais democrático, sensível. E não com um fascista como Bolsonaro que só sabe transmitir ódio, e mentiras. Mas é com ele, paciência”, argumentou.

O ex-presidente disse também que não está lutando com um homem qualquer, mas com alguém que conta mentiras todos os dias.

“Um cara [Bolsonaro] que não tem pudor de atacar qualquer pessoa sobre qualquer coisa. Ele não tem critério, respeito, humanismo, solidariedade”, falou.

“A gente vai precisar ser muito esperto nessa eleição. Não fazer o jogo rasteiro que eles vão fazer. O que vamos criar é uma indústria para dizer a verdade para o povo, porque eles não têm limites”, completou.

RPP com informações do Yahoo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS